PESQUISA POR PALAVRAS

Carregando...
Criei, por pura curiosidade, o "Dicionário Ilustrado Tupi-Guarani" para aprender e divulgar a origem de palavras que usamos diariamente e que fazem parte da cultura brasileira.
Toda sugestão no sentido de melhorar o dicionário será sempre bem vinda!
Obrigado,
Luís Gustavo Ramos Silva
lgustavo90@me.com

C


Caacica - Planta euforbiácea que produz suco caustico, erva de santa-luzia.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 





Caacuí - folha de erva-mate ainda na prefoliação; caaguara a) do T.G. caá - erva-mate; cuí - farinha, pó (prefoliação) b) do T.G. caá - erva-mate; cui por agui - perto, próximo, prestes (BC).
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia



Caacupê : capital de Las Cordilleras, departamento do Para- guai; praia da ilha de Santa Catarina a 13 km de Florianópolis; V. Cacupé a) do T.G. caá - mato; cupê - costa, atrás; borda do mato, por trás do mato.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Caaguazu : departamento do Paraguai; cp. Caaguaçu; cordilheira nesse departamento; Guerra do Paraguai (20/9/186; - conquista brasileira do serro de Caaguazu.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caapiranga : planta cujas folhas maceradas dão a pasta carajuru (ou piranga), o Vermelhão; plantas diversas que apresentam nos rebentos ou nas folhas alguma vermelhidão; mato vermelho, folha Vermelha (Str)  V. capiranga  ; cidade e município da AM, Zona do Solimões-Tefé ; ilha do Branco, à montante da confluência com o Catrimani, RR ; lago de Solimões, entre sua confluência com o Negro e o Purus, AM ; vários topônimos do N. a) do T.G. caá _ planta, folha; piranga _ Vermelho.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 





Caapora : V. caipira ; v. caipora; estar caapora ter - azar ; localidade no município de São Félix, MT a) do T.G. caá - mato; pora - morador. CAAPORÃ _ cidade e município da PB, zona ao litoral e da Mzzúz a) do T.G. caá _ mato, morro; porã _ bonito.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia





Caatinga - do TG caá-t-enga=o mato ralo.Tipo de vegetação que vive no nordeste. Estas plantas só conseguem se adaptar em lugares onde tem muita seca. Caatinga na língua dos índios significa "mata branca", devido a falta de água as plantas da caatinga ficam quase brancas . A planta é muito especial para os nordestinos, possui um pouco de água dentro dela, mas isso ainda não é suficiente, para as pessoas que vivem no sertão nordestino.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caareru V. caruru  (Amarantus víridís) a) do T.G. caá-reru - o prato de folhas; bredo, beldroega.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia





Caaró : V. caroba  (Jacaranda cuspidifolia); redução jesuítica fundada em 1628 na Província do Uruguai e atacada pelos bandeirantes de Francisco Bueno, irmão de Amador Bueno, em 1637 ; região entre o Piratini e o Ijuí, RS a) do T.G. caá-rob - caroba - a folha amarga; roba - amargo b) do T.G. caá-r-oba - erva, mato, árvore folhuda; oba - folha .
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Caatiba : V. catiguá ; cidade e município da BA, Zona de Conquista a) do T.G. caá-tiba - o matagal, mato cerrado.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Caatiguá : V. catiguá; planta meliácea; achite; caaté, catiguá e catinguá (Trichilia caatigua); do T.G. caá - árvore, mato; - branco; guá - fruto; árvore de frutos brancos ou árvore de folhas brancas; ou guá - Variegado, colorido ; do T.G. caá-tinga - árvore branca; uã - caule ; do T.G. caati(nga); guá por guara - árvore, planta da caatinga a) do T.G caá - planta; atim -ponta; guá - redondo.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caaxixá - erva solanácea; caraxixu, araxixu, aguaraquiá, erva- de-bicho, erva-moma, maria-preta, maria-pretinha, pimenta-de-ga- linha, guaraquirioba, aguará-ciunha, aguaraquinhá, aguaraquiaçu e guaraquiá (Solanum nigrum) a) do T.G. caá - planta; Xi-xá - liso, brilhante à Vista.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 





Cabapuã - var. de vespa negra que nidifica no chão; papa-terra; caapuã, caapoã (AGC), cabapuama, iruçu-do-chão e iruçu-mineiro fllelipona quadripunctata) a) do T.G. caba - vespa; puã- levantar- se. erguer-se, vespa que dá no alto, como a irapuã (U G) b) do T.G. caba - vespa; apuã- redondo; abelha de ninho redondo c) do T.G. caba - vespa; poama - assanhados, em pé; abelha assanhada.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cabaraquara : morro na baixada de Guaratuba, PR; região do município de Guaratuba, PR (E. Leão) a) do T.G. cabara- cabra; quara - lugar, sítio; lugar de cabra.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cabatatu - inseto himenóptero, vespídio; marimbondo-tatu, ves- pa-tatu, tatucaba, tatucaua, tapiú e tatu (Synoeca cyanoa) a) do T.G. caba - vespa; tatu; vespa-tatu (ninho semelhante ao casco do tatu). 
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cabiúna : árvore leguminosa-papilionácea; pau-preto, caviúna, jacarandaúna, jacarandá e jacarandá-preto (Machaerium incorruptibile) ; var. de gramínea; o negro desembarcado clandestinamente no litoral brasileiro, após a lei de repressão ao tráfico ;cor de cabiúna, escuro, preto ; cavalo negro ; serra no município de São Fidélis, RJ ; vila e estação da Leopoldina, RJ ; usina de açúcar e distrito de Macaé, no litoral a N.W. da lagoa Iurubatiba, RJ a) do T. G. caá-piúna - a folha escura, a madeira preta (TS).
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caboclo: kariboka - procedente do branco - mestiço de branco com índio - cariboca - carijó - antiga denominação do indígena - caburé - tapuio - personificação e divinização de tribos indígenas segundo o modelo dos cultos populares de origem africana, paramentada, porém, com os trajes cerimoniais dos antigos tupis (folcl.) - atualmente, designação genérica dos moradores das margens dos rios da Amazônia. 
Fonte: Portal São Francisco
CABREÚVA 
Árvore da coruja
do tupi 

kabu'ré iwa

árvore do caburé

Nativa do nordeste, sudeste e sul do Brasil.
chega a até 
30 metros de altura 


A serragem da carnaúba 
é usada em perfumaria 

bálsamo é obtido por incisão no tronco 

A casca, folhas e frutos 
tem uso medicinal



Cidade no interior de São Paulo, 
área de 
Mata Atlântica 



Caçandoca : serra litorânea do município de Ubatuba, SP, na margem esquerda do ribeirão Tatuapé, no limite com Caraguata- tuba, SP; praia de Ubatuba, SP a) corr. caiçá - cercado; ndoca - romper, quebrar b) do T.G. caá-açá-toca - a toca da encruzilhada.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçapava : escuna de madeira na batalha de Laguna  ex-Freguesia Nossa Senhora da Ajuda de Caçapava; atual Caçapava, cidade e município de SP, Zona do Médio Paraíba; antigo nome do município de Caçapava do Sul, RS ; serra de - do RS, entre Caçapava do Sul e o Camaquã; c. 400 m ; antiga posse no antigo mtmicípio de Cerro Azul, no quarteirão do Lajeado de São Francisco, às margens do ribeirão Água Moma, afluente do ribeirão Mato Preto, PR (E. Leão) ; RS - Guerra dos Farrapos  - Vitória republi- cana sobre os imperiais ; RS - Revolta dos libertadores (18/5/1923) - derrota dos libertadores ; RS - Revolta dos libertadores (8/7/ 1923) - tomada de Caçapava pelos libertadores ; Barão - Francisco José de Sousa Soares Andréia a) do T.G.caá-açapaba - a clareira ou aberta na floresta, travessia da mata (TS); caçapá, caçapaba e taçapaba. 
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Caçarati Ba - vila e distrito do município de Turmalina, MG a) do T.G. caiçara-tiba - abundância de cercas e tapumes, as caiçaras.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacaré : concha colorida de que os índios fazem colares; riacho da PB, afluente do Jaguaribe a) do T.G. ca - casca; caré - em círculo, torcido, torto.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Caçaroba - V. picaçuroba (Columba plumbea) (Teschauer) a) do T.G. (a)ca-çu - cabeça grande; roba - tapado.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacatu : Vila e distrito do município de Antonina, PR; pequena colônia de japoneses de Antonina, PR; terreno registra- do em 1850, na freguesia de São José dos Pinhais, PR (E. Leão) ; três terrenos da antiga paróquia de Curitiba, PR (E. Leão) ; antiga posse da antiga Paróquia de Iguaçu (Araucária), PR (E. Leão) ; rio do município de Antonina, PR a) do T.G. caá-catu - mato bom, salubre, fácil de penetrar, cerrado (TS)
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacau : o fruto do cacaueiro; sua semente; pó solúvel feito com essa semente, matéria-prima do chocolate ; p. ext. ca- caueiro (Theobroma cacao) ; dinheiro ; igarapé do AM, afluente da margem direita do Tarauacá ; ribeirão do - em RO, afluente do Ji-Paraná ou Machado ; ilha do - no AM, no Aripuanã ; córrego do - MA a) do N áhuatle - cacauatl - caroço de cacau.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçaú : trepadeiras aristoloquiáceas; jarrinha, papo-de-peru, papo-de-galo, angelicó, urubucaá, bastarda, calunga, capa-homem, contra-erva, mil-homens, ambaiacaá, ambaiaembó, caçaiú, cipó-mata- cobras, cipó-paratudo e ambuj aembó; V. ambuacá a) do T .G. caá - planta, folha; aça(ba) - listrar; u - preto; planta listrada de preto.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacaulândia - cidade e município de RO a) palavra híbrida
do Náhuatl cacau; do inglês land.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacaupirera : casca de cacau; localidade fronteira a Manaus, demarcada em 1891 a) do Náhuatl - cacau; do T.G. pirera - pele, invólucro.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacaurana - arvoreta esterculiácea; macacacã, macacacacau, cacauí, cacau-jacaré, cacau-maracuj á, macaco-acã e abroma (Theo- broma microcarpum)
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacequi : cidade e município do RS, Zona da Depressão Central; afluente da margem direita do Santa Maria; 75 km; m.q. Cacequei; arroio do município de São Vicente do Sul, RS ; RS - Revolta tenentista  - conquista da ponte ferroviária pelos revoltosos ; Barão - Francisco Antunes Maciel a) do T.G. caá - planta, folha; cicue - Viva; planta Viva; V. caacicué.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cachambi - morro de Jacarepaguá, entre o maciço da Pedra Branca e da Tijuca, ;Rio de Janeiro, RJ a) do T.G. caá - planta. folha; chambi - cambi - liame, corda, liga; a corda que aperta ou liga a ramagem, a embira b) de caxambu (africanismo): instrumento de percussão e dança.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cachimbó - ave passeriforme furnarídea; tico-tico-biri e tico- tico-piri (Phleocryptes melanops). Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cachoeira De Itaúna - distrito do município de Barra de São Francisco, ES.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacique : V. morubixaba; manda-chuva; V. cacico l ; o título dos chefes mexicanos antes da
conquista (UG) a) do Taíno Antilhano (Aruák) - cazia, caciqui, caxicus, casiche - chefe, regulo (Martius).
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caciquiari - canal natural que liga o Orinoco (Venezuela) ao Negro (Guaínia na Venezuela), por meio do rio Siapa; 400 km a) do Karíb - cacique-ari - o rio do cacique (A. L. Cardoso).
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cacoal : cacaual; povoado da margem direita do Gurupi, município de Carutapera, MA; cidade e município de RO.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçoeira : pequena jangada, sem Vela, para pesca com rede do mesmo nome; V. caçuá a) do T.G. caçuá - rede; eira - velho b) palavra híbrida do T.G. caçuá - rede; do Português eira - sufixo.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caconde : ex-Freguesia Nossa Senhora da Conceição da Cachoeira do Rio Pardo; Cacunda; Caconda; Arraial de Nossa Senhora de Bom Sucesso; cidade e município de SP, Zona de São José do Rio Pardo; lagoa do - no litoral setentrional do RS; canal que une as lagoas da Pinguela e do Peixoto, RS a) o termo parece ser de origem africana; há uma povoação homônima em Angola, ou Caconda, região também de Angola .
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçu : v. cabaçu ; V. cabuçu a e c; planta malpighiácea ; cidade e município de GO, Zona de Rio Verde ; Fazenda - produtora de raça zebuína ou Induberaba, na rodovia Uberaba-Uberlândia, MG ; localidade perto Uberaba, MG ; morro na ilha do município de Cananéia, na serra do Cordeiro, SP ; córrego de GO, no município homônimo a) do T.G. caba-uçu - vespa grande; cabu- çu, cauçu, cabaçu e capuxu b) do T.G. caá-açu = caçu ~ folha, mata grande; planta das folhas grandes.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçuá : rede para pesca, de malhas largas; caceia e caçoeira; var. de vespa; cesto, jacá grande e oblongo de bambu, com orelhas para o transporte em alimária ; antigo engenho do município de Escada, PE a) do T.G. ca(ba)-açu-á - vespa grande, cabuçu b) do T.G. caçu-á - vespão em pé, assanhado (Alfredo de Carvalho) c) do T.G. caá-açoiá - a cobertura de folhas; o anteparo de folhagem; a trama ou tecido de paus ou cipós (TS) d) do T.G. caá-açoiá - cesto para transporte (Str).
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caculé : v. catulé ; cidade e município da BA, Zona da Serra Geral; nome de escravo chamado Manuel Caculé, na fazenda de D” Rosa Prates  a) não parece termo Tupi.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçumba _ ilha do litoral da BA entre o limite com ES e a foz do Jequitinhonha a) do T.G caá - planta, mato; açu - grande; mba = ma por ibá - fruto (BC); fruto da árvore grande.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caçununguçu - marimbondos pompilídeos; caba-caçadeira, marimbondo-caçador, caçadeira, marimbondo-cavalo, mata-cavalo, vespa-caçadeira, vespa-de-cobra, vespão, caçador-de-aranha, come- cobra, come-aranha e cavalo-do-cão; v. paipaiguaçu a) do T.G. ca- çununga-açu - a caçununga grande.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caém : sarado, cicatrizado (Str); var. de chagasferidas (Str);Cidade e município da BA, Zona da Encosta da Chapada Diamantina a) do T. G. eae- seco, enxuto, tostado, moqueado; entra na composição de muitas palavras b) do T.G. caá - planta; é - planta doce; cp. caaeé.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Caiçara - do Tupi Guarani caá-içara=a cerca de ramos. Palavra de origem tupi, que se referia aos habitantes das zonas litorâneas. As comunidades caiçaras surgiram a partir do sec. XVI, com a mistura de brancos e índios. Caiçara também é o nome de dois municípios: um no estado da Paraíba e outro no Rio Grande do Sul.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Cacupé - é um bairro nobre da cidade brasileira de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina. Localiza-se no centro-norte da Ilha de Santa Catarina, fazendo parte do distrito de Santo Antônio de Lisboa. O nome é de origem tupi-guarani e provavelmente significa "verde por trás do morro". 
Fonte: Wikipédia



Caiapó é uma exonominação que data do início do século XIX e tem origem em outros grupos indígenas circunvizinhos desta etnia. Kayapó significahomens semelhantes aos macacos, em grande medida devido a certos rituais que este grupo realiza nos quais são utilizadas máscaras de macaco pelos homens. A autonominação dos chamados kayapó é mebêngôkre que significa literalmente "homens do poço d'água".
Fonte: Wikipédia


Caimã - Povoado ao S.do município de Prainha,PA.Ilha do Oiapoque.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Caingangue -  Nome de um grupo indígena que atualmente está totalmente integrado na sociedade nacional. Ocupam áreas nos estados de São Paulo, Paraná,Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Antigamnte falavam uma língua do tronco linguístico Jê, mas atualmente falam o português.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Caiobá - Tribo Guarani da região de Guaratuba,PR; Praia a 5 km de S. de Matinhos, PR. Do tupi guarani cai - macaco; ubá por iba - fruto; fruto de macaco. 
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caipira - do TG caaipura=de dentro do mato. Nome que os índios do interior de São Paulo deram aos colonizadores. Atualmente é designação genérica dada aos habitantes de regiões do interior do Sudeste e Centro-Oeste. Pessoa do interior, da roça. Inocente, tímido.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Caipora: caapora - kaa'pora. É um Mito do Brasil que os índios já conheciam desde a época do descobrimento. Índios e Jesuítas o chamavam de Caiçara, o protetor da caça e das matas.
É um anão de Cabelos Vermelhos com Pelo e Dentes verdes. Como protetor das Árvores e dos Animais, costuma punir o os agressores da Natureza e o caçador que mate por prazer. É muito poderoso e forte. Seus pés voltados para trás servem para despistar os caçadores, deixando-os sempre a seguir rastros falsos. Quem o vê, perde totalmente o rumo, e não sabe mais achar o caminho de volta. É impossível capturá-lo. Para atrair suas vítimas, ele, às vezes chama as pessoas com gritos que imitam a voz humana. É também chamado de Pai ou Mãe-do-Mato, Curupira e Caapora. Para os Índios Guaranis ele é o Demômio da Floresta. Às vezes é visto montando um Porco do Mato.
Uma carta do Padre Anchieta datada de 1560, dizia: "Aqui há certos demônios, a que os índios chamam Curupira, que os atacam muitas vezes no mato, dando-lhes açoites e ferindo-os bastante". Os índios, para lhe agradar, deixavam nas clareiras, penas, esteiras e cobertores.
De acordo com a crença, ao entrar na mata, a pessoa deve levar um Rolo de Fumo para agradá-lo, no caso de cruzar com Ele.
Fonte: Portal São Francisco



Cajá - do Tupi Guarani çã - osso; iá - fruta. 
Cajá é uma fruta , o mesmo que ¨taperabá ¨.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

CAJAÍBA
Cajazeira





acayá-yba 

A árvore do cajá 
Cajazeira

O fruto da cajazeira também é chamado de Taperebá, especialmente quando se refere ao suco 


é uma praia 
na região de Paraty, RJ


As Irmãs Cajazeira são personagens de "O Bem Amado", novela e série 
de Dias Gomes (Rede Globo)





Caju - do Tupi guarani caá-ju=mato de folhas. Parte carnosa do fruto do cajueiro, comestível e rica em vitamina ¨C¨, do qual se fazem sucos e doces.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cajueiro - Árvore da família das Anacardeáceas,originário do norte e do nordeste do Brasil. Na natureza existem dois tipos: o comum ( ou gigante), que pode chegar até a 10 metros de altura e o anão, que tem altura média de 4 metros. Seu fruto é a castanha, que tem em seu  interior uma amêndoa. 
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Camaçari - Tupi guarani camasari=a lágrima do peito. Árvore combretácea semelhante ao tamaquaré. Cidade e município da BA.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Camaquã - Dentre os diversos significados dados ao município de Camaquã o mais adequado segundo o autor Antonio Cândido Silveira Pires é o de rio correntoso ou rio forte. Camaquã vem de Icabaquã e na língua tupi-guarani I significa rio, água e Cabaquã quer dizer velocidade, correnteza. Então podemos concluir que o nome do município vem do rio Camaquã que passa em na cidade.
Fonte:http://www.camaqua.rs.gov.br/110/11025007.asp





canga
cabeça
centro

esqueleto








Boissucanga - esqueleto de cobra grande ou cobra de cabeça grande

Iacanga - olho d'água

No truco, cangar é empatar, cabeça a cabeça





Canoa ou Caique, é uma embarcação leve a remo(s) ou a vela, algumas com motor de popa. De formas finas com popa chanfrada, ou na forma da proa, geralmente com guarnição, para o motor de popa e uma ripa com suporte para pequena-armadoria para a vela.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Canutama denominou-se nos seus primórdios Nova Colônia de Bela Vista. Foi fundada por volta do ano de 1874, por Manuel Urbano da Encarnação.
A denominação Canutama “procede, segundo antigos habitantes, do fato de um índio de Tapauá vir com outros à viração de tartarugas e tracajás, e ai ter cortado o pé, exclamando: Canutama, Canutama, que tem por significado, pé cortado”.



Capão - Intervalo na mata
do tupi ka'a ("mata") e pa'um ("intervalo")2 http://pt.wikipedia.org/wiki/Cap%C3%A3o
Local dentro da mata onde homens e mulheres podem ficar em pé e realizar suas atividades. O capão pode ser uma configuração da floresta, com poucas árvores, ou "aberto" por humanos, retirando árvores para obter um espaço 
O Vale do Capão, na Chapada Diamantina, Bahia, era habitado por índios Maracás e Cariris

CAPENGA
ossso torto
do tupi cang, osso, e peng, torto


coxo
manco
instável
mal-feito
correndo risco




Capim - Tupi guarani caá-folha; pií-fino, delgado. Existe grande variedade desta planta queamíneas bastante comum no Brasil. 
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Capivara -  do tupi "kapii' guara" 
comedor de capim


Maior mamífero roedor do planeta 
Habita regiões semi-alagadas da América do Sul
Há cerca de 400 mil capivaras só no Pantanal
A capivara utiliza a água como refúgio, e não como alimento. É muito tolerante a ambientes alterados pelo homem. Ficou famoso o caso da "capivara da lagoa", que viveu meses no entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas na área urbana do Rio de Janeiro. Também existem capivaras nos rios Tietê e Pinheiros, em São Paulo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Capivara Mamífero Cavídeo; Nome de uma usina hidrelétrica situada no rio Paranapanema , na região de Porto Capim, entre os municípios de Porecatu (PR) e Taciba (SP). É a maior usina deste rio.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Capivari - Do tupi guarani capivar-i=rio das capivaras. Povoado do litoral oriental da ilha de Santa catarina. Município do estado de São Paulo.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Capoeira - Do Tupi guarani co-poera = roça velha. Arte marcial brasileira que através dos seus gingados, apresenta golpes de ataque e defesa. Grande expressão da cultura popular brasileira, nascida da ânsia de liberdade no período entre o brasil colônia e Império.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cará – trepadeiras dioscoreádeceas; caranambu, caratinga e inhame.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Caracaraí, nome dado pelos indígenas a um pequeno gavião, comum na região, deu origem ao nome do Município, no estado de Roraima.
Fonte: Wikipedia



Carajá - Do Tupi guarani cara-já=senhor dos espertos.Tribo da ilha do Bananal e margem do Araguaia,MT.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Carajás - (também karajás) são um grupo indígena que falam uma língua alocada ao tronco linguístico macro-jê, que também inclui as famílias jê e maxacali. Os carajás habitam a região doRio Araguaia desde que deles se tem notícia. 
Fonte: Wikipédia


Caramuru - Do Tupi guarani cará-o branco;muru-o poder. Peixe teleósteo, ápode,muraenídeo,marinho.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Carijó: procedente do branco - mestiço, como o galináceo de penas salpicadas de branco e preto - caboclo - antiga denominação da tribo indígena guarani, habitante da região situada entre a lagoa dos Patos (RS) e Cananéia (SP) - carió - cário - cariboca - curiboca caburá - tapuio. 
Fonte: Portal São Francisco




Carioca: kari'oka -> kari`= branco; oka = casa . Casa do branco. Tupi guarani carií-índio do RJ;oca-casa. Quem nasceu na Cidade do Rio de Janeiro. Tem sua origem por causa do rio carioca que banha a cidade. Alguns dizem ser mais que isto, ser carioca é um estado de espírito. 
Fonte: Portal São Francisco e  Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Catuababa - Do tupi guarani acuata-bondade,paz.  Nome popular e genérico de plantas nativas do Brasil, a saber: 1- planta da família das Eritroxiláceas; 2- plnata da família das Bignonoáceas.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Caxiri -Sempre preparado pelas mulheres, é uma bebida fermentada indígena, um tipo de cerveja, à base de mandioca. O caxiri é preparado em grandes quantidades durante as festas indígenas e os mutirões, ou trabalhos coletivos, na derrubada ou plantio das roças. E também uma bebida que permite ao pajé o acesso ao mundo do sobrenatural, durante os rituais do Turé e da tocai. Nestas ocasiões, tanto o pote quanto o caxiri, transformam-se em “entidades sobrenaturais", presentes também na cosmolog indígena. (fonte: Museu do Indio http://oiapoque.museudoindio.gov.br/exposicao/ture/caxiri./)
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Ceará - Periquito que canta alto
do tupi cemo - cantar forte + ara - pequena arara ou periquito, segundo José de Alencar, autor do romance "Iracema", história de uma índia da região.
Há teorias de que o nome deriva de Siriará, caranguejos do litoral.12

Estado do Nordeste do Brasil

O Ceará era habitado ancestralmente por povos indígenas Tupi 
entre outros)  
Tremembé, Karatius, entre outros)

Muitos cearenses migraram para o sudeste do Brasil. Até hoje os termos "ceará" e "cearense" são usados de forma genérica e ofensiva para designar nordestinos, especialmente, os migrantes. A dita "cara de cearense" é um tipo físico resultante da miscigenação de índios e europeus.

O cearense mais famoso é o Padre Cícero, nascido no Crato e pároco de Juazeiro do Norte, ambas no Cariri, região habitada pelos índios Kariri

Bandeira do Ceará
O Ceará é um dos maiores polos econômicos do Nordeste, junto com a Bahia e Pernambuco. A capital Fortaleza, é um dos maiores destinos turísticos do Brasil, para viajantes nacionais e internacionais.  Jericoacoara e Canoa Quebrada também atraem turistas do mundo todo.
Praia de Jericoacoara
Recentemente, o Ceará tem exportado humoristas para o resto do Brasil, entre eles 

Teoria da Relatividade de Albert Einstein foi confirmada por experimentos científicos realizados no Ceará, no município de Sobral 

Cipó - Do Tupi guarani ici-fila ;pó-fileira. Nome genérico de todas as plantas de hastes finas e flexíveis que servem para atar; plantas trepadeiras que pendem das árvores; embira.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




CopacabanaA palavra Copacabana é de origem quechua, e significa "olhando o lago".A palavra original é kupa kawana.A Virgem de copacabana foi talhada por um índio chamado Tito Yupanqui, nos anos 1600.A imagem,chamada de Nossa Senhora Candelária, foi colocada na margem do lago Titicaca, onde permanece até os dias de hoje.O povo indígena da região começou a chamá-la de Nossa Sra.Copacabana, "aquela que olha o lago".Quando uma réplica foi trazida para Rio no final do século17, por um comerciante português, já chegou com o novo nome, batizando a Freguesia da praia do Forte, de freguesia de Copacabana. Hoje é uma praia e um bairro de Rio de Janeiro.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Cuia
 
fruto da cuieira









Vasilha feita com o fruto da cuieira, conhecido 
como cabaça ou porongo, 
escolhido cuidadosamente pela forma 
Vasilha arredondada de qualquer material, em que são colocados grãos, água, etc 

A cuia pode ser usada para guardar coisas e também para comer e beber

A pessoa que se muda "de mala e cuia", leva, além das roupas, seu objeto de comer e beber. Vai para longe, não volta logo

Cuiabá vem de cuia 
Há várias versões para a formação da palavra 







Os índios da região eram conhecidos como "cuiabá". 
O nome "bororo
é um mal-entendido entre índios e portugueses

Os gaúchos, herdeiros dos guaranis, chamam de cuia 
o recipiente usado para o chimarrão, independente do material. 

Fonte: Wikipedia



Cuiabá - Do Tupi guarani cuiabá-gente forte.Indígenas da região de Cuiabá.Capital do MT.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cuica: ku'ika - espécie de rato grande com o rabo muito comprido, semelhante ao canguru - instrumento de percussão feito com um pequeno cilindro em uma de cujas bocas se prende uma pele bem estirada. 
Fonte: Portal São Francisco



Cumbica - Aeroporto Internacional de Guarulhos, SP. Árvore malpighiácea.  
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 




Cumbuca - Vaso feito de cabaça na parte superior da qual se fez uma abertura circular, e destinado principalmente a conter água ou qualquer outro líquido;
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia e Dicionário Informal


Cunhantã - do Tupi Guarani cunhã-antã=mulher resistente. Menina, garota.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 
Cupim - do Tupi Guarani copii = o que é roçado. Inseto da Ordem Isoptera, com 7 famílias e mais de 2800 espécies catalogadas. É considerado uma praga perigosa que ataca a madeira e produtos agrícolas. A maioria das espécies vive nas regiões tropicais e sub-tropicais mas também pode ser encontrado na Europa e América do Norte. Também é chamado de térmite .
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Cupuaçu - Árvore de médio porte, muito cultivada pelo caboclo amazonense, de cujo fruto , uma grande cápsula com sementes e polpa aromática e saborosa, se fazem doces e sucos . O nome científico do cupuaçu é :¨ Theobroma Grandiflorum ¨ e ele é ¨parente ¨ do cacau,que tem o nime de ¨Theobroma Cacau¨.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Curió - Ave de pequeno porte, procurados por colecionadores interessados em sua beleza e canto. Conhecido também como avinhado.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Curitiba - do Tupi Guarani curi-pinhão;tiba-lugar. Abundante. Nome da capital do Paraná significa, terra dos pinheirais, terra de muito pinhão.

Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 



Curumim - Palavra de origem tupi, e designa, de modo geral, as crianças indígenas.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 

Curupira  - do Tupi Guarani curu(mi) - pira= corpo de menino. Árvore rosáceaSer fantástico, que segundo a crença popular, habita em florestas, sua função é a de proteger as plantas e os animais, além de punir quem os agredir. O curupira é descrito como um menino ruivo e com os pés às avessas, isto é, com os calcanhares para frente; suas pegadas enganam os caçadores e seringueiros, que se perdem nas florestas.


Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 





Cutia - do Tupi Guarani a-coti = indivíduo que se assenta para comer.Nome popular de um animal mamífero, herbívoro , roedor, de pequeno porte, medindo de 50 à 65 cm.
de comprimento. Não possue cauda e tem pés compridos,com 5 dedos providos de unhas afiadas. Existem 7 espécies de cutia que ocorrem no território brasileiro.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 


Cutucar  - do Tupi Guarani cutuca = espetar, ferir. Pressionar ou empurrar algo geralmente pontiagudo contra outra coisa.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 
Crenaque - Do Tupi guarani. Nome de uma tribo indígena que habitava toda a região do Vale do Rio Doce, no estado de Minas Gerais e atualmente vive em uma pequena reserva no município de Resplendor (MG). Falam uma língua do tronco macro-Jê.Foram chamados pelos portuguêses de Aimorés.
Fonte: Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena - Clóvis Chiaradia 





7 comentários:

  1. isso é fonti para pesquizar para a escola mais informaçoes procure julia dos santos rodrigues

    ResponderExcluir
  2. Muito legal! Vou aproveitar e trabalhar com meus alunos do 1 º ano. Já estou seguindo!
    Abraço!
    http://dicionariotupiguarani.blogspot.com.br/2010/09/c.html

    ResponderExcluir
  3. Coati = pintado coatabo = quando os indios se pintavam para a guerra

    ResponderExcluir
  4. CUMBICA NÃO É LOCAL DE MUITA NÉVOA? EU JÁ LI ISSO EM ALGUM LUGAR, INCLUSIVE OS BRANCOS DEIXARAM DE OBSERVAR A SABEDORIA DOS INDIOS E PAGAM POR ISSO ATÉ HJ, OU SEJA, VOLTA E MEIA NÃO SE PODE DECOLAR OU POUSAR NAQUELE AEROPORTO.

    ResponderExcluir
  5. Eu estava, tentando achar o significado de Barbaqua, e aqui encontrei, mais o site é rico em informaçoes, e inclusive precisava de fotos e aqui encontrei fotos de Barbaqua, pois quando menino eu ia no Barbaqua para me aquecer no inverso., tinha forno pra secar a erva...ou seja carijo

    ResponderExcluir
  6. ESTOU MUITO FELIZ EM ENCONTRAR ESSA DADIVA . ESSE DICIONARIO É UMA ABRA DE ATE PARABÉNS SHOW ...!

    ResponderExcluir